keyboard-in-close-up

“Phygital”, o modelo de negócios na Era Digital

Migrar para o digital não é apenas disponibilizar seus serviços e produtos via internet, criando só mais uma loja virtual perdida em uma imensa rede de dados.

Estamos falando de phygital ou fígital, um modelo de negócios híbrido que torna acessível tanto o contato físico quanto o digital da empresa a clientes e colaboradores. Com ele, o fator humano de uma organização é estimulado a manter essa interação dicotômica.

No entanto o phygital se relaciona com a experiência do usuário e por consequência como a imagem dessa empresa é consolidada para o seu público. Por isso o phygital também está associado a uma experiência sensorial.

Phygital X AIDA

E sobre experiência sensorial, o AIDA um modelo de comunicação de 1889 já entendia muito bem. AIDA significa Atenção, Interesse, Desejo e Ação e representa aspectos que devem ser considerados para captar e reter a atenção de determinado público, despertando o interesse e a aceitação de um produto final.

Mas enquanto o AIDA é um modelo de comunicação, o phygital é um modelo de negócio, que se relaciona com o AIDA, todavia possui um propósito muito maior, que vai além de apenas encantar, mas registrar a presença de uma marca ou empresa fidelizando clientes e prospectando outros através dessa  interação.

Exemplos de phygital de sucesso

Grandes exemplos de inovação desse modelo no Brasil são o Museu do Futebol em São Paulo e o Museu do Amanhã no Rio de Janeiro. Ambas as instalações permitem uma experiência de imersão digital completa para o usuário.

Mas você não precisa sair por aí investindo milhões na compra de totens na Avenida Paulista ou construindo um Novo Museu do Amanhã para que seus clientes interajam com você fisicamente ou digitalmente.

Como ser phygital?

O ponto é conhecer seu público alvo e se conectar com ele através de uma experiência para que sua marca seja lembrada e o mais importante, indicada. A forma como você pode implantar uma experiência sensorial na sua empresa depende muito do seu segmento.

Há varejistas de artigos femininos no Instagram, por exemplo, que apostam no capricho do envio do produto ao cliente, borrifando um aroma que carimba a marca no inconsciente do comprador.

Assim como existem músicos que capricham no envio de um Press Kit de lançamento de CD, escrevendo cartas à mão para um público pré-venda.

Essas experiências, também conhecidas como envio de “mimos” para o cliente, geram feedbacks positivos e conteúdos relevantes de publicidade e marketing para uma marca.

Para adotar o modelo phygital é preciso planejamento. Se preparar o máximo possível para se adaptar à transformação digital que o futuro vislumbra. Esse planejamento garantirá o sucesso e a sobrevivência das empresas.

BLOG_CB_20-05

O que é o e-Blue Academy?

Aqui você encontra mais de 4.000 horas de cursos! Distribuídas em aulas com duração mínima de 5 horas, que dão noções básicas de Recursos Humanos (RH), marketing empresarial e planejamento.

Se você procura cursos mais abrangentes como sobre inbound e outbound; branding, storytelling e criptomoedas, também encontra na e-Blue Academy.

Quero conhecer a gestão empresarial na prática

Aposto que já surgiram algumas perguntas na sua cabeça sobre como gerenciar seus negócios, “como trilhar caminhos que possibilitem a expansão real da minha empresa”, além do clássico, “onde estou errando”?

Se quiser se aprofundar mais, disponibilizamos cursos de imersão em gestão empresarial que somam mais de 1.000 horas de conhecimento prático.


Quero empreender

A e-Blue também inclui cursos para quem deseja ser um profissional autônomo na área da saúde, como enfermagem e farmácia, além do setor de beleza e estética.


Conhecimento é investimento

Você tem uma ideia fixa na cabeça com objetivo de sucesso, mas encontra obstáculos por falta de tempo e preparação? Uma solução prática é investir em nossos cursos online.
Encontre a qualificação que você precisa.

Inscreva-se na e-Blue Academy!